Com suspeita de fraude e após duas votações, Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado
16 Fevereiro 2019
Banner  Central 3

Com suspeita de fraude e após duas votações, Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado

O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi eleito no início da noite deste sábado, 02/02, presidente do Senado Federal. Com 42 votos, ele derrotou os outros cinco candidatos e comandará a Câmara Alta do legislativo brasileiro pelos próximos dois anos. Quatro senadores não votaram.

Alcolumbre foi beneficiado após a renúncia de Renan Calheiros (MDB-AL), que desistiu da candidatura após criticar o voto aberto no processo. Minutos antes, a votação precisou ser reiniciada por decisão do presidente da Casa, José Maranhão. 

Na apuração inicial, descobriu-se que havia 82 cédulas, sendo que o total é de 81 senadores. Ainda, havia 80 cédulas dentro de um envelope, a forma correta, e duas fora. Por isso, os escrutinadores, responsáveis por fazer a vigilância da contagem de votos, recomendaram o reinício do processo, em meio a diversas acusações de fraude.

O processo de escolha para o novo presidente da Casa foi marcado por intensas discussões, trocas de farpas e atritos. A votação deveria ter sido concluída ontem, mas foi suspensa e adiada para hoje, devido ao grande impasse entre os membros. 

 

Confira o resultado final:

Davi Alcolumbre (DEM-AP): 42 votos

Esperidião Amin (PP-SC): 13 votos

Angelo Coronel (PSD-BA): 8 votos

Reguffe (sem partido-DF): 6 votos

Renan Calheiros (MDB-AL): 5 votos (antes de retirar a candidatura)

Fernando Collor (Pros-AL): 3 votos

 

 

Fonte: Metro 1

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Galeria de Fotos

Mais Lidas