Bahia bate o Athletico-PR e deixa o Z-4
03 Março 2021
Anuncie aqui
Banner Central 4

Bahia bate o Athletico-PR e deixa o Z-4

O Bahia respirou na briga contra o rebaixamento para a Série B. Após uma sequência de oito jogos e mais de dois meses sem triunfos, o Tricolor venceu o Athletico-PR por 1 a 0, nesta quarta-feira (20), na Arena Fonte Nova.

O único gol da partida foi marcado pelo atacante Thiago, no segundo tempo, após jogada de Rossi.

Com a vitória, o time baiano foi aos mesmos 32 pontos de Fortaleza e Vasco, mas ultrapassou os concorrentes no número de triunfos e assumiu a 15ª colocação, fora da zona de rebaixamento. Para não voltar ao Z-4 ainda nesta rodada, o Esquadrão precisa torcer por tropeços do Leão do Pici e do Cruzmaltino.

Os comandados de Dado Cavalcanti voltam a campo no próximo domingo (24), diante do Sport, outro adversário contra a degola, na Ilha do Retiro.

PRIMEIRO-TEMPO

Bahia e Athletico fizeram um primeiro tempo equilibrado na Arena Fonte Nova. Mas, foram poucos os lances de emoção.

A primeira chance de gol foi do tricolor, aos dois minutos. Nino recebeu lançamento na área e bateu cruzado. Santos fez boa defesa.

O rubro-negro respondeu aos 15 minutos. Christian chutou forte de fora da área e a bola passou perto do gol.

Já aos 23 minutos, um susto para a defesa do time baiano. Jonathan fez boa jogada pela direita e rolou para Jadson, na área. Sem obstáculos a sua frente, o meia furou e desperdiçou a chance de abrir o placar.

A segunda metade da etapa inicial seguiu sem lances de perigo e chances claras de gol para ambas as equipes.

SEGUNDO-TEMPO

No segundo-tempo, o Bahia teve uma chance logo no primeiro minuto. Após falha da zaga do Athletico, a bola sobrou para Nino, que chutou da entrada da área, mas mandou por cima do gol.

Aos 15 minutos, o técnico Dado Cavalcanti fez duas alterações de uma vez. Rossi e Rodriguinho entraram nos lugares de Fessin e Gabriel Novaes, respectivamente.

Quatro minutos depois, o Tricolor chegou ao gol. Rossi cruzou rasteiro da direita e Thiago, na pequena área, mandou na rede para abrir o placar.

Aos 26 minutos, o Esquadrão quase aumentou. Rodriguinho cobrou falta e Santos se esticou para espalmar e evitar.

Três minutos depois, o Bahia teve outra chance. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Thiago, na pequena área, exagerar e isolar.

Com o Furacão sem poder de reação, o time baiano só segurou o resultado e deu fim ao jejum de triunfos na competição.

 

 

Fonte: Galáticos 

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Galeria de Fotos

Mais Lidas