Operação da Polícia Civil prende três homens por posse ilegal de armas e munições em Santaluz
24 Agosto 2019
Anuncie aqui
Banner  Central 3

Operação da Polícia Civil prende três homens por posse ilegal de armas e munições em Santaluz

Numa operação da Polícia Civil batizada como “Nomade” realizada na manhã desta sexta-feira,19/07, na cidade de Santaluz para cumprimento de mandados de busca e apreensão expedidos pelo juiz responsável pela vara crime da comarca de Valente, foram presos três homens por posse ilegal de armas de fogo e munições.


Mobério , Ramon e Robério

Foram presos na ação, Mobério Cardoso Mota, 43 anos, Ramon Matos Mota, 32 anos e Robério Dourado Mota, 68 anos. Os mandados são baseados em uma investigação iniciada no ano de 2015 que apura o homicídio de Joenilson Bento Andrade encontrado morto com vários tiros às margens da rodovia BA-120 entre as cidades de Valente e Santaluz.

Na operação foram apreendidos, 01 espingarda de dois canos, calibre 12, 03 revolveres Calibre 38, 01 carregador de pistola 765, 10 munições calibre 765, 22 munições calibre 45, 14 munições calibre 38, 54 munições calibre 357, 10 munições calibre 380, 06 munições calibre 12, 59 munições calibre 9mm.

Participaram da operação equipes de sete cidades da região sisaleira que fazem parte da 15ª Coordenadoria de Polícia do Interior sediada em Serrinha e contou com 28 investigadores e três delegados sob o comando do Delegado Mozart Cavalcanti, Coordenador Regional da Polícia Civil.

Os indivíduos Mobério Cardoso e Robério Dourado foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma de fogo baseado no Art. 12, da Lei 10.826/2003, após serem ouvidos e efetuarem o pagamento das fianças no valor de R$ 4.000,00 e R$ 2.000,00, respectivamente foram postos em liberdade. Ramon Matos o terceiro envolvido foi autuado em flagrante pelo mesmo crime, mas também pelo Art. 16, da mesma Lei 10.826/2003, que trata da posse ilegal de arma de fogo, acessório ou munição de uso proibido ou restrito, com pena prevista de reclusão de 3 a 6 anos, e multa, sem direito a fiança.

Ramon Matos foi conduzido para a delegacia de Valente onde permanecera detido a disposição da justiça.

 

Reportagem: André Franco/Notícias do Sisal

Fotos: PC

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Galeria de Fotos

Mais Lidas