Desapropriação de terreno pode ter motivado assassinato do prefeito de Macajuba
13 Dezembro 2018
Anuncie aqui
Banner  Central 3

Desapropriação de terreno pode ter motivado assassinato do prefeito de Macajuba

A desapropriação de um terreno pode ser o motivo do assassinato do prefeito da cidade de Macajuba, Fernão Sampaio (PMDB), a 280 quilômetros de Salvador. Sampaio foi atingido por seis tiros enquanto passava de carro por uma praça, quando perdeu o controle do veículo e invadiu uma igreja.

De acordo com informações da delegacia de polícia do município, um homem conhecido como Binho de Moacir é o principal suspeito do crime e se encontra foragido. Ele teria se desentendido com o prefeito há alguns meses após um terreno de seu irmão ser desapropriado pela prefeitura para a construção da sede de uma secretaria.

Ainda segundo a delegacia de Macajuba, Binho Moarcir ingeriu bebida alcoólica no dia do crime e ameaçou o prefeito diante de alguns moradores da cidade.

O corpo de Sampaio foi levado para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues, na capital baiana, para a realização de autopsia e deve ser cremado. Após a cerimônia de cremação, no cemitério Jardim da Saudade, em Salvador, as cinzas do prefeito serão levadas para o sítio Santo Antônio, em Macajuba – pedido feito por ele aos familiares.

Assassino

Jovem, nascido em São Paulo, 33 anos e agora procurado pela polícia. Flávio Albergaria de Oliveira é o principal suspeito de ter matado o prefeito. A polícia confirmou a imagem do suspeito, além de disponibilizar a ficha do homem que, conforme a polícia disparou contra Fernão Dias de Ramalho Sampaio (PMDB), de 67 anos, que estava dentro do seu veículo quando foi perseguido e morto.



Fonte: Bocão/GN

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Galeria de Fotos

Mais Lidas