Vitória empata sem gols com o Operário-PR no Barradão
23 Fevereiro 2020
Anuncie aqui

Vitória empata sem gols com o Operário-PR no Barradão

O Vitória recebeu na tarde de hoje (24) o time do Operário-PR, em partida válida pela 18°rodada da Série B. Tentando se afastar da zona de rebaixamento, o time rubro-negro empatou sem gols com o time paranaense e perdeu uma chance de dar um salto na tabela.

O resultado de 0 a 0 deixa o Vitória na 15° posição, com 19 pontos. O próximo jogo do Leão é diante do Coritiba, na terça-feira (27), fora de casa, em partida no Couto Pereira, às 19h15.

O JOGO

Operário começou errando na saída da bola logo após o apito do árbitro e entrou a bola para o Vitória nos arredores do círculo central. O Leão quase abriu o placar com Caicedo. Wesley fez boa jogada pela direita, foi à linha de fundo e cruzou. O equatoriano subiu bonito e cabeceou para baixo como manda o figurino, mas o goleiro Rodrigo Viana, bem posicionado, fez a defesa. Dois minutos depois, cobrança de escanteio para o Leão, o arqueiro do Operário saiu de soco e Baraka pegou o rebote, mas mandou por cima do gol desperdiçando boa chance do Rubro-Negro baiano.

Aos 22, o Vitória teve outra boa chance para abrir o placar. O Leão chegou em velocidade, dessa vez, pela esquerda e Chiquinho bateu à queima-roupa, mas Rodrigo Viana, novamente bem colocado, fez a defesa. Seis minutos depois, Felipe Gedoz cobrou falta de longe, bem colocada no canto esquerdo, mas o goleiro do Fantasma caiu e fez a defesa.

A melhor chance do Vitória aconteceu aos 33 minutos, mas Jordy Caicedo desperdiçou. Chiquinho enfiou boa bola para o equatoriano, que ficou cara-a-cara com Rodrigo Viana, mas chutou errado mandando para fora.

Aos 39, o Leão criou outra boa chance. Van chegou pela direita e cruzou na área. Lucas Cândido apareceu bem e cabeceou por cima da meta de Rodrigo Viana.  

A única chance do Operário foi aos minutos. Numa recuada de bola, Everton Sena errou e a bola só não sobrou com o Bruno Batata, porque o atento Martín Rodríguez saiu e ficou com a redonda.

Segundo tempo

Enquanto o Operário voltou com a mesma formação, o Vitória retornou do vestiário com uma modificação. O técnico Carlos Amadeu tirou Capa e colocou Nickson. Com isso, Chiquinho assumiu a lateral esquerda.

O jogo ficou sem emoções nesta segunda etapa. O Operário apertou a marcação e passou a trocar passes no meio campo, mas errando no toque de bola quando tentava chegar na intermediária. Já o Vitória não conseguia se desvencilhar da marcação do adversário e pecava nos passes mais próximos da área. Por apertar a marcação, o técnico do Fantasma trocou o amarelado lateral-esquerdo Allan Vieira por outro, Peixoto.

Aos 28 minutos, Jordy Caicedo conseguiu chegar na área após o defensor do Operário furar. Porém, o equatoriano errou na finalização e mandou longe da meta de Rodrigo Viana. Três minutos depois, Felipe Gedoz fez boa inversão para Nickson, mas ele dominou.

O travessão salvou o Vitória aos 35 minutos. Marcelo recebeu dentro a área rubro-negra e rolou para Cleyton. Ele bateu a bola explodiu na trave superior da meta de Martín Rodríguez. O Leão respondeu três minutos depois com Caicedo. Ele disparou pela direita, entrou na área e bateu direto pro gol, mas a bola passou pelo lado da meta de Rodrigo Viana. Aos 39, foi a vez de Anselmo Ramon. Ele recebeu do equatoriano e finalizou nas mãos do goleiro do Operário.

Aos 49, o Vitória desperdiçou a chance de vencer o jogo. Anselmo Ramon descolou boa enfiada de bola para Eron, mas ele chutou para fora.

 

 

Fonte: Tribuna da Bahia 

Foto: Pietro Carpi/ ECV

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Galeria de Fotos

Mais Lidas