Orquestra Sisaleira abre II Feira Literária de Canudos
16 Abril 2021
Anuncie aqui
Banner Central 4

Orquestra Sisaleira abre II Feira Literária de Canudos

O Sertão vai virar arte a partir de hoje (8), com a abertura da II Feira Literária de Canudos – Flican, cuja programação cultural prosseguirá até sábado (10). O evento, que será virtual por conta da pandemia, deverá reunir autores, pesquisadores, músicos, jornalistas, escritores e artistas de diferentes expressões, com transmissão pelo canal Youtube do Campus Avançado da Uneb de Canudos e pela Canudos TV.

A Orquestra Sisaleira da cidade de Conceição do Coité será a primeira convidada a se apresentar. O evento com três dias de duração terá ainda a participação dos cantores Targino Gondim, Renato Mendes, Bião de Canudos e a Banda de Pífanos de Canudos, e para encerrar a Feira com “chave de ouro” na noite do sábado, haverá o show “Viva Canudos, Viva Conselheiro”, com as performances de Fábio Paes, Roze e Gereba. 

Durante o evento será discutido pelos escritores, pesquisadores, contadores de histórias, músicos e artistas, diversos temas permeados pelo universo do sertão real e mítico de Antônio Conselheiro. Também farão parte da programação: Walnice Galvão, Xico Sá, Bráulio Tavares, Manoel Neto, Marcelino Freire, Antônio Olavo e José Celso Martinez. A Flican deverá contar ainda com a presença dos jornalistas Xico Sá e Franklin Martins, os escritores Aleilton Fonseca, Franklin Carvalho e Marcelino Freire, o poeta Bráulio Tavares e os diretores teatrais Paulo Dourado e José Celso Martinez, criador do lendário Teatro Oficina.  

A Feira promete envolver as cidades em seu entorno e, neste formato virtual, espera um alcance nacional dada a importância e a simbologia de Canudos para o nosso país. Outro atrativo será os depoimentos memoriais de dois descendentes da população remanescente do antigo Belo Monte e da Segunda Canudos, erguida sobre os escombros da cidade devastada pelas tropas federais: Dora Duru e Joselina Guerra, além de um ex-morador e estudioso do tema, o escritor Eldon Canário. 

A realização da Flican é da Dona Edite Comunicação Integradas, e a programação prevê também: palestras, debates, vídeos documentários, exposições e performances artísticas. O modo virtual será potencializado com as redes sociais, além de recursos tecnológicos avançados, instalações qualificadas e expertises acadêmicas para recolocar na pauta da literatura e da história o simbolismo universal da Guerra de Canudos. 

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Pedro Calmon (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

 

 

Fonte: Tribuna

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Galeria de Fotos

Mais Lidas