Nos pênaltis, Bahia vence o Atlético de Alagoinhas e é tricampeão baiano após 32 anos
20 Setembro 2020
Anuncie aqui

Nos pênaltis, Bahia vence o Atlético de Alagoinhas e é tricampeão baiano após 32 anos

Após 32 anos, o Bahia é tricampeão do Campeonato Baiano novamente. Na partida que reeditou a final de 1973, o tricolor bateu o Atlético de Alagoinhas nos pênaltis na tarde deste sábado (8), no estádio de Pituaçu, após ficar no 1 a 1 no tempo regulamentar, e faturou o título do Baianão 2020. As equipes haviam empatado sem gols no primeiro jogo da final, na quarta-feira (5).

A última vez que o Esquadrão havia sido tricampeão do torneio estadual foi em 1988, ano da conquista do bicampeonato brasileiro com o time comandado pelo técnico Evaristo de Macedo e com nomes como Bobô, Zé Carlos, Charles e Paulo Rodrigues.

O jogo

Bahia e Atlético de Alagoinhas fizeram um primeiro tempo morno em Pituaçu, com poucas chances de gol. Na melhor delas, o lateral-esquerdo Filipinho, do Carcará, chutou a bola no lado de fora da rede após cruzamento rasteiro na área tricolor.

O gol do time de Alagoinhas foi marcado pelo veterano Magno Alves em chute de fora da área aos 15 minutos do segundo tempo. O meia Daniel, que entrou no lugar de Flávio na volta do intervalo, descontou para o Bahia. Na reta final da partida, o tricolor tentou pressionar o adversário, mas não conseguiu o gol da virada. O Atlético levou perigo em chute perigoso de fora da área, defendido pelo goleiro Douglas.

Pênaltis

Nas penalidades, apenas o meia-atacante Marco Antônio desperdiçou a cobrança, no lado tricolor. Pelo Carcará, o artilheiro Magno Alves chutou para fora e Dedeco, oitavo jogador da equipe a bater, parou nas mãos do arqueiro do Bahia, que definiu o título.

A campanha

O Bahia iniciou o Baianão 2020 utilizando o time de transição. Após sete rodadas, no entanto, o campeonato foi interrompido por causa da pandemia do novo coronavírus. Durante a paralisação, em função da queda na arrecadação de receitas, a equipe de aspirantes foi desmanchada.

Depois de mais de quatro meses, o Campeonato Baiano foi retomado, e o Esquadrão optou por utilizar um time alternativo, com reservas imediatos da equipe principal em campo. O saldo final da campanha foi de sete vitórias, cinco empates e uma derrota.

 

 

Fonte: Bocão

Foto: Arisson Marinho/CORREIO

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Galeria de Fotos

Mais Lidas