Zagueiro falha, Bahia é goleado pelo Sport e dá adeus à Sul-Americana
11 Dezembro 2018
Anuncie aqui
Banner  Central 3

Zagueiro falha, Bahia é goleado pelo Sport e dá adeus à Sul-Americana

Até os 41 minutos do segundo tempo, o Bahia teve a classificação nas mãos. Mas, numa trapalhada do zagueiro Gabriel Valongo, que estreou com pé esquerdo, o Tricolor levou o terceiro gol do Sport, se desequilibrou na partida e acabou goleado por 4 a 1, dando adeus à Copa Sul-Americana.

Rithely abriu o placar para o Rubro-negro, Maxi empatou, mas Hernane, duas vezes,  e Élber garantiram o triunfo e a vaga na segunda fase aos donos da casa.

Com a eliminação, o Esquadrão foca suas atenções na Série B do Brasileirão, por onde volta a campo no próximo sábado (29), diante do Mogi Mirim, em São Paulo.

O JOGO

O Bahia fez um primeiro tempo ruim e viu o Sport chegar com perigo diversas vezes. O nome do jogo na etapa inicial acabou sendo Douglas Pires.

Logo aos oito minutos, o goleiro trabalhou bem. Ferrugem passou com facilidade por Marlon, invadiu a área e chutou forte para a grande defesa do camisa 12.

Dois minutos depois, o arqueiro salvou de novo. Desta vez, em cabeçada de André que iria morrer no ângulo.

No final primeira etapa, Douglas evitou o gol na melhor chance do Rubro-negro. Diego Souza recebeu lançamento livre na área, tentou o canto, mas o goleiro se esticou para fazer uma bela defesa com o pé direito.

Apesar da atuação apagada, o técnico Sérgio Soares manteve o mesmo time no início do segundo tempo. O resultado foi o gol do Leão da Ilha logo aos seis minutos.

Diego Souza lançou bola na área, Rithely subiu mais que a zaga e desviou de cabeça sem chances para o arqueiro, que desta vez nada pôde fazer.

Mas, aos 29 minutos, em jogada de Tiago Real, que havia entrado no lugar de Gustavo, Maxi recebeu na área, driblou um marcador e tocou no canto de Magrão para empatar.

Porém, o Sport não desistiu e voltou à frente do placar aos 33. Após lançamento da esquerda, a bola sobrou na área para Hernane chutar para o gramado, tirar Douglas do lance e fazer o segundo.

Quatro minutos depois, o tricolor se complicou ao perder um homem. Thales deu uma solada desnecessária em Hernane e acabou expulso de campo.

 Mas, aos 41, em uma falha grotesca de Gabriel Valongo, que entrou no lugar de Maxi, o bahia deu o terceiro gol aos donos da casa. O zagueiro se atrapalhou com a bola na área, Élber aproveitou e chutou sem chances para Douglas.

 E ainda houve tempo para mais um. Aos 49, Hernane aproveitou falha do sistema defensivo do Bahia, invadiu a área livre e com tranquilidade tocou no contrapé de Douglas Pires para fechar a goleada.

 

 

 

Fonte: Galáticos 

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Galeria de Fotos

Mais Lidas